Das coisas que são efêmeras: Medo - MilaMizu

R$750.00

(40x60cm)

Técnica: tinta acrílica sobre acrílico.

Essa obra fez parte da exposição Zona de Contaminação #1

Descrição

M i l a M i z u –

Camila Mizutani, ou MilaMizu é artista visual que trabalha diferentes tipos de materiais, superfícies e técnicas explorando muito a transparência, sobreposições de imagens e texturas, luz e sombra, assim como outros elementos externos ao trabalho.

Série “Das coisas que são efêmeras”
Conjunto de painéis de acrílico com carpas pintadas que exploram o próprio espaço expositivo, sobreposições e o jogo de luz e sombra tanto naturais como artificiais. A série tem como tema principal o efêmero. Como as obras possuem uma forte relação com o espaço, elas poderão sofrer transformações significativas a cada exposição, podendo até mudar completamente seu sentido. Além disso, a técnica utilizada também evidencia a fragilidade e possibilidade de mutação. As bases brancas das carpas são pintadas na superfície transparente, mas logo em seguida a tinta é raspada para criar as linhas do desenho, mostrando a fragilidade da imagem que pode sumir ou se transformar a qualquer momento. A primeira obra chama-se “Tempo”. Tem como ator principal não só as carpas como também a parede do Condô. Nela, as inúmeras camadas de tintas carregam em uma imagem os 100 anos de história que o prédio possui, evidenciando a passagem efêmera do tempo. O tempo também é visível pela passagem da luz do sol, principalmente durante a tarde, que interage e modifica diariamente a obra. A segunda obra “Relações” discute como nossas relações são efêmeras. Cada indivíduo está em constante transformação, portanto nossas relações também estão sempre se modificando e se reinventando. Mas mais do que isso, com a rotina maluca do dia a dia deixamos de nos relacionar uns com os outros. Passamos todos os dias por milhares de pessoas, mas são poucas as que paramos 15 minutos para conversar. “- Vamos marcar alguma coisa? – Vamos!..” A terceira chama-se “Medo”. Todos nós sentimos medo, alguns nos paralizam, alguns nos traumatizam, outros nos fazer caminhar e nos descobrir mais fortes do que achávamos. Esta obra quer nos lembrar que o medo é efêmero. Uma hora podemos estar petrificada de medo, mas logo em seguida ele pode ser superado. Não nos deixemos paralizar, as vezes ele é só uma ilusão de algo que supomos ou prevemos antes mesmo de acontecer. Muitas vezes temos medo de monstro que só existe em nossa cabeça. Outras vezes ele só passa.
São Paulo – Janeiro 2020

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Das coisas que são efêmeras: Medo – MilaMizu”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *